market

Aprovação do ETF Spot de Bitcoin da BlackRock: o que esperar?

O primeiro ETF à vista de Bitcoin aguarda aprovação da SEC. Aqui está o que você precisa saber sobre o assunto!
Aprovação do ETF Spot de Bitcoin da BlackRock: o que esperar?

A BlackRock, a maior gestora de ativos do mundo, entrou com o pedido de registro do ETF de Bitcoin em junho de 2023. O ETF, chamado de iShares Spot Bitcoin ETF, seria negociado na Bolsa de Valores de Nova York (NYSE) e rastrearia o preço do Bitcoin.

A SEC, a Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos, é responsável por aprovar ou negar pedidos de registro de ETFs. O processo de aprovação inclui uma revisão da documentação do ETF, uma audiência pública e uma votação do conselho da SEC.

Em outubro de 2023, o órgão recebeu uma série de comentários públicos sobre o pedido da BlackRock e, desde então, está avaliando esses comentários e espera tomar uma decisão sobre o pedido em algum momento de 2024. No entanto, o mercado tem esperanças de que essa decisão saia ainda em 2023.

Essa expectativa cresceu depois que a SEC desistiu de recorrer da decisão judicial favorável à Grayscale, outra empresa que buscava converter seu fundo de Bitcoin, o Trust (GBTC), em um ETF à vista. A SEC havia rejeitado o pedido da Grayscale, argumentando que o mercado de Bitcoin era volátil e ineficiente. No entanto, a Corte de Apelações do Distrito de Columbia decidiu que a SEC não havia fornecido uma justificativa suficiente para sua escolha. A decisão da SEC de não recorrer sugere que ela está mais aberta à aprovação de ETFs de Bitcoin à vista.

O que pode influenciar a decisão da SEC?

A SEC tem uma série de preocupações sobre os ETFs de criptomoedas, incluindo a volatilidade do mercado de Bitcoin e a possibilidade de que os ETFs de criptomoedas sejam usados para especulação.

Ainda assim, a aprovação do ETF de Bitcoin da BlackRock é uma possibilidade real.

A BlackRock é uma empresa de grande renome com um histórico de sucesso no lançamento de ETFs. Além disso, a SEC tem aprovado ETFs que rastreiam futuros de Bitcoin, o que sugere que órgão está se tornando mais receptivo a esse tipo de fundo.

No entanto, a aprovação não é garantida, uma vez que a SEC pode decidir que os riscos superam os benefícios.

Fake News sobre a aprovação de ETF de Bitcoin

Na manhã do dia 16 de outubro de 2023, uma notícia falsa sobre a suposta liberação do ETF de Bitcoin da BlackRock circulou no Twitter. A notícia, que foi publicada no perfil Cointelegraph, afirmava que a SEC havia aprovado o pedido da BlackRock para lançar um ETF de Bitcoin à vista.

Rapidamente, a notícia se espalhou pelo Twitter, levando a um aumento de 10% no preço do Bitcoin. No entanto, a própria BlackRock desmentiu, afirmando que seu pedido ainda estava em análise pela SEC.

O Cointelegraph também desmentiu a notícia, afirmando que a informação havia sido publicada por engano. Segundo o site, a notícia havia sido baseada em uma captura de tela não confirmada, postada por um usuário do X, antigo Twitter, que alegava ser da Bloomberg Terminal.

Essa fake news é um exemplo de como as notícias falsas podem ter um impacto significativo no mercado. A notícia levou a um aumento significativo no preço do Bitcoin, mesmo que ela não fosse verdadeira.

O que acontecerá se o ETF for aprovado?

A aprovação do primeiro ETF spot, ou seja, à vista de Bitcoin da BlackRock seria um passo importante para a legitimação do mercado de criptomoedas. Seria o primeiro fundo com essas caraterísticas aprovado nos Estados Unidos. O ETF também abriria o mercado de Bitcoin para um público mais amplo de investidores, o que poderia levar a um aumento da demanda e do preço do ativo.

ETFs de futuros de Bitcoin aprovados pela SEC:

ProShares Bitcoin Strategy ETF (BITO): Lançado em outubro de 2021, o BITO é o primeiro ETF de futuros de Bitcoin aprovado nos Estados Unidos. Ele rastreia o preço de um contrato futuro de Bitcoin negociado na Chicago Mercantile Exchange (CME).

VanEck Bitcoin Strategy ETF (XBTF): Lançado em novembro de 2021, o XBTF é um ETF de Bitcoin que rastreia o preço de um contrato futuro de Bitcoin negociado na CME.

Além desses dois, também foram aprovados dois ETFs que rastreiam futuros de Bitcoin negociados na CME:

  • Invesco Bitcoin Strategy ETF (BITW): Lançado em dezembro de 2021, o BITW é outro ETF de Bitcoin que rastreia o preço de um contrato futuro de Bitcoin negociado na CME.

  • Teucrium Bitcoin ETF (BTCU): Lançado em dezembro de 2021, o BTCU também é um ETF de Bitcoin que rastreia o preço de um contrato futuro de Bitcoin negociado na CME.

moreContentOnTheMedias

articlesThatWillInterest

Mercado cripto retoma market cap de US$ 1 tri