learn
intermediate

DGTA Token: Recompra e queima mensal dos tokens

Entenda o planejamento de buyback e burn do utility token da digitra.com
DGTA Token: Recompra e queima mensal dos tokens

A partir de junho, no dia 6 (quinta-feira), parte do supply do token DGTA, criptomoeda própria da digitra.com, será queimada mensalmente pela própria corretora. O planejamento de queima inclui recompra e unidades oriundas das taxas pagas por clientes da plataforma. Nos próximos quatro meses, serão queimados quatro milhões de tokens DGTA, sendo um milhão a cada mês. Entenda como funciona a estratégia de recompra e queima de tokens, mais conhecidas no mundo cripto como buyback and burning, e o que motiva a digitra.com a diminuir a oferta de DGTA no mercado.

O que é o token DGTA?

O token DGTA é a criptomoeda ERC-20 própria da corretora digitra.com, criada para apoiar alguns dos principais benefícios da plataforma e impulsionar a adesão de clientes, principalmente os early users (usuários iniciais).

Trade to Earn

Com o DGTA, a digitra.com lançou de forma pioneira no mercado o programa Trade to Earn, que recompensa clientes por comprar e vender moedas na sua plataforma. O modelo foi baseado em programas de jogos e aprendizado, como Play to Earn, Move to Earn e Learn to Earn.

Conforme o whitepaper do token, todos os dias a digitra.com disponibiliza 15 mil unidades de DGTA para serem distribuídas entre os clientes que negociaram moedas na plataforma naquele dia. A distribuição é dividida da seguinte forma: 25% partilhado igualmente entre todos que negociaram, e 75% distribuído proporcionalmente ao volume negociado. Dessa forma, todos ganham uma fatia do total distribuído, ao mesmo tempo que a corretora beneficia os clientes frequentes.

Programa de Indicações

Além do Trade to Earn, o DGTA token também é a moeda de recompensa do Programa de Indicações da digitra.com. São distribuídos 15 mil tokens DGTA por dia para o Programa de Indicações, 12 mil entre os indicadores e 3 mil entre os indicados. Saiba mais sobre o Programa de Indicações aqui!

Como funciona a queima de tokens?

A queima (ou burn) de tokens é um processo no mundo das criptomoedas em que uma certa quantia de tokens é retirada permanentemente de circulação. Isso é feito enviando os tokens para um endereço de carteira específico e inacessível, geralmente chamado de "endereço de queima" ou "endereço de buraco negro", onde não podem ser recuperados ou gastos.

O objetivo principal da queima de tokens é reduzir a oferta total de uma criptomoeda, o que pode potencialmente aumentar seu valor ao longo do tempo devido à escassez resultante. Essa prática é frequentemente usada por projetos de criptomoedas como uma estratégia para controlar a inflação, recompensar os detentores de tokens e incentivar a sustentabilidade e valorização do ativo digital.

Como funciona a recompra de tokens?

A recompra (ou buyback) de tokens é um processo no qual a entidade emissora de uma criptomoeda adquire de volta seus próprios tokens do mercado aberto. Este mecanismo é semelhante ao buyback de ações em empresas tradicionais e pode ter vários objetivos, como aumentar a demanda e o valor dos tokens restantes, distribuir tokens de forma mais eficiente entre os detentores ou ajustá-los conforme a estratégia de longo prazo do projeto.

Durante uma recompra, a entidade compra os tokens utilizando fundos da reserva ou lucro obtido, e os tokens adquiridos podem ser mantidos em tesouraria, queimados (para reduzir a oferta total) ou redistribuídos em programas de incentivo. Esse processo sinaliza confiança na valorização futura da criptomoeda e pode fortalecer a percepção de valor entre os investidores.

No caso do token DGTA, as unidades recompradas serão queimadas. Nos tópicos abaixo, você encontra mais detalhes sobre isso!

Como irá funcionar a recompra e queima do token DGTA?

A queima do token DGTA está planejada para acontecer mensalmente, a partir de junho de 2024, quando a digitra.com irá queimar 1 milhão de tokens. Dentro desse total, estão inclusos tokens recomprados (buyback) pela própria corretora e taxas pagas em DGTA pelos clientes que negociam na plataforma. Segundo o whitepaper da moeda, a digitra.com pretende queimar 50% do supply total do token, e deverá atingir esse número queimando tokens mensalmente.

Funciona assim: nos primeiros quatro meses de burning, a quantidade mensal de tokens queimados será de 1 milhão, totalizando 4 milhões. A partir de outubro de 2024, a quantidade mensal de queima será de 1,5 milhões de tokens DGTA, e seguirá até janeiro de 2025. A partir de fevereiro de 2025, a quantidade de tokens queimados mensalmente será de 2 milhões, seguindo assim até dezembro do mesmo ano. Após, o volume de queima mensal só aumentará anualmente, passando para 3 milhões em 2026, 4 milhões em 2027, e assim sucessivamente. Dessa forma, o burning de DGTA seguirá aumentando até atingir o objetivo total de queima (50% do supply).

Veja nessa tabela:

DGTA token flow model.xlsx - Sheet5_page-0001.jpg

Vale a pena investir no token DGTA?

Para saber se vale a pena investir no token DGTA, é preciso entender como funcionam os chamados utility tokens, ou tokens de utilidade. Em geral, esse tipo de criptomoeda é desenvolvida para gerar valor aos clientes de uma determinada plataforma ou empresa. A utilidade desses tokens costuma estar atrelada a benefícios e acessos exclusivos aos seus detentores.

Além disso, o investimento neste tipo de token pode estar relacionado a confiança do cliente naquela plataforma, isso porque a valorização de um utility token tende a aumentar quando a sua empresa emissora cresce.

No entanto, assim como qualquer outra criptomoeda, os tokens de utilidade são um investimento de alto risco, e podem trazer grandes ganhos aos seus investidores, ou grandes perdas.

Antes de investir em um utility token como o DGTA, vale a pena você se aprofundar no tema lendo este artigo sobre tokens de exchanges e este artigo sobre como funciona o mercado de criptomoedas.

Lembre-se que a empresa emissora não se responsabiliza por eventuais prejuízos, estando o investidor ciente dos riscos de investir em ativos voláteis.

Se você está em busca de mais informações sobre investimentos em criptomoedas, continue lendo o DGFresh!

moreContentOnTheMedias